Wednesday, July 18, 2007

Vieira da Silva em Testamento

.

. Maria Helena Vieira da Silva La Puerta del Sol, 1967 . . 



Eu lego aos meus amigos 

Um azul cerúleo para voar alto. 
Um azul cobalto para a felicidade. 
Um azul ultramarino para estimular o espírito. 
Um vermelhão para o sangue circular alegremente. 
Um verde musgo para apaziguar os nervos. 
Um amarelo ouro: riqueza. 
Um violeta cobalto para o sonho. 
Um garança para deixar ouvir o violoncelo. 
Um amarelo barife: ficção científica e brilho; resplendor. 
Um ocre amarelo para aceitar a terra. 
Um verde veronese para a memória da primavera. 
Um anil para poder afinar o espírito com a tempestade. 
Um laranja para exercitar a visão de um limoeiro ao longe. 
Um amarelo limão para o encanto. 
Um branco puro: pureza.
Terra de siena natural: a transmutação do ouro. 
Um preto sumptuoso para ver Ticiano.
Um terra de sombra natural para aceitar melhor a melancolia negra. 
Um terra de siena queimada para o sentimento de duração. . . 


Maria Helena Vieira da Silva, in Testamento

..

.


9 comments:

PRADA said...

teresamar de amar=) Que bom... Percebo que vai já postando, fico imensamente contente, passei só para lhe dar um sorriso e voltarei com mais tempo=) Tenho que acordar cedissimo=) SORRISO ENORME MUITO COLORIDO (como gosta)com brisa do mar que está em frente a mim =)

Bandida said...

que bom! já vais voltando! tens cores e amores para nos dar. e precisamos deles.



beijo teresamar.

B.
________________________________

rigoletto said...

Gostei muito!
Bem imaginado!

Rui Luís Lima said...

olá teresamaremar!
a beleza mora nesta morada:)
beijinhos
paula e rui lima

Luís Galego said...

Tenho uma paixão enorme pelo casal Vieira da Silva- Arpad. Emocionante a sua vida, tocante a sua obra, belas as suas palavras.

Frioleiras said...

Beijinhos de
Boa Semana,
Teresa !

F.

APC said...

Elementos, cores e emoções, numa tela poética que adorei visitar!...

Cá recebi o teu esclarecimento, que agradeço, e aqui te deixo um abraço, ao som de uma das mais belas melodias, que sempre me comove.

Até já! :-)

triliti star said...

já por cá tinha passado ontem, mas como ando um pouco? bronco e, não me apetecia dizer somente "olá", fui embora sem deixar rasto.

benvinda.

(para mim, hoje, talvez um anil...)

triliti star said...

ps - é também muito bom ouvir este som.