Sunday, July 29, 2007

Palcos de Quietude e Emoção

.
.
Nikias Skapinakis, A Ausência do Teatro
.
.Quarto de Amadeo
.
Se o teatro clássico era o lugar da palavra, e, com o tempo, nele vimos a assistir ao proliferar do silêncio... reveja-se Nikias Skapinakis, o pintor da espera e do silêncio – a ausência do teatro.
.
Nas suas telas, os elementos isolados postos em relação, a ausência de efeitos luminosos ligando as formas. Os elementos no lugar certo, no plano do imediato e da simplificação. Tranquilo, seguro de si, nulamente agressivo, o mistério nascendo na tela e a pintura metamorfoseando a realidade... Skapinakis. O au-delà das aparências.
.
As telas dizem do espaço mental, melancólico mas lúcido, sendo a solidão o elemento emocional pelo qual a pintura se define. Uma pintura que permite reconstituir a obra no seu contexto social, geográfico e temporal. O nulo efeito teatral, a distanciação.
.
Solidão, o quarto, espaço de sonho e viagem. Nikias e o quarto imaginário de Amadeo. Interior minimalista e universo apenas sugerido, onde o pintor mergulha em sonhos de outros.
Nikias Skapinakis, Prémio Amadeo de Souza-Cardoso.
.
.
.
Amadeo, o Teatro da Originalidade
.
..
A Europa desertificada dos grandes artistas sob as guerras mundiais. A febre de viver de uma época castrada. Amadeo... dos cafés de Paris à casa de Manhufe e ao Corpus Christi... o homem do mundo tão apaixonado pela sua terra natal...

Persursor da arte moderna, Amadeo... vanguardista na forma e no espaço. Teatro da cor, lugar de diálogo.

A pluralidade da sua pintura em fascinantes jogos de cores, texturas, geometrias, profundidades. A imaginação e a poesia dos números... em cores enérgicas.
.
.
.
.

12 comments:

Frioleiras said...

Hoje... Fui à F.C.G. ver a expo doas 50 a.

Gostei mt dum da Júlia Ventura


(entre os outros ...)

Bjs

F.

Zénite said...

Fantásticos os brilhos e as cores com que pintas Amadeo!


"(...)a ausência de efeitos luminosos ligando as formas(...)"

Talvez aqui e só aqui poderão surgir as "sombras brancas" :)

Abraço.

Luís Galego said...

belo apontamento de história da arte contemporânea...

rigoletto said...

À Amadeo.

Fantástico!

triliti star said...

dois pintores de que gosto muito.
mas o que me encanta, sobretudo, nos seus posts, é o que lá se escreve. (como eu gostaria!)
quanto às questões apresentadas, respondi lá, assim, esclareço, eventualmente, outras pessoas.
obrigado

paula e rui lima said...

olá teresamaremar!
amadeo e nikias dois pintores de épocas e tempos diferentes que estão tão bem recordados aqui:)
beijinhos
paula e rui lima

Nilson Barcelli said...

Já dei uma vista de olhos, muito superficial, aos teus blogues.
Mas tenho que voltar com mais calma, pois já vi que há conteúdo...
Beijinhos

PS: obrigado pela tua visita, volta sempre.

bettips said...

É...gostam de se ouvir a si mesmas! Como acertaste. Mas há o "ver": e aqui "vejo", passa a palavra e fica a ideia da arte luminosa que mostras. Abraço

triliti star said...

vim só espreitar.
adeus.

e ouvir...

Zénite said...

Cara Teresamaremar,

Releio e revejo, como essências nocturnas aspergidas à hora crepuscular, as palavras e as tintas sábias e reouço o delicioso nocturno de Chopin.

Que bom gosto!

Abraço.

Charlie said...

Em primeiro lugar, deixe-me endereçar as felicitações pela qualidade superior dos posts que publica.
De momento não disponho de tempo, mas ainda hoje irei visitar extensamente este seu magnifico blogue.

Carlos

teresamaremar said...

Olá a todos

agradeço os vossos comentários, aos quais deveria já ter respondido pontualmente. Peço desculpa mas estou meio em férias :)

Abraço